Relicário

Criado em 2016, Relicário é um espetáculo direcionado para a primeira infância que propõe um diálogo com os bebês sobre o que vivenciam e um resgate nos adultos sobre o que já vivenciaram. A narrativa da obra, baseada em um conto homônimo de Gabriel Guirá e inspirada no cotidiano de portadores de Alzheimer, traz o dinamismo da memória e do esquecimento como um provocador do reencontro com o primeiro olhar presente na infância. O público é convidado a subir a bordo de um barquinho e navegar pelas nossas relíquias pessoais: pedaços preciosos de nós que ficam guardados em objetos, símbolos, músicas, espaços e pessoas. Segredos que quando se revelam trazem consigo a descoberta e a redescoberta da memória, do corpo, da língua, das emoções, de nós mesmos e do outro. Uma navegação por um olhar poético próprio da infância, mas que rompe a barragem do tempo e inunda a todos quando o olho de um bebê se abre. Em 2018 circulou por creches públicas do DF pelo FAC - Fundo de Apoio a Cultura.

 

“Todos nós, quando crianças, possuíamos um olhar germinador, capaz de despertar novos significados e funções às coisas. Esse olhar, próprio das miudezas, é esquecido por aquele que cresce. E se, esquecer nada mais é que guardar um segredo até mesmo de nós, aquele que se recorda promove um reencontro com a sua infância, faz um resgate ao primeiro olhar. É assim que nasce Relicário: como um convite aos segredos, aos ressignificados, ao olhar talvez esquecido na mente daquele que pensa, mas ainda  latente no coração daquele que sonha” Gabriel Guirá

 

“Estar em cena para bebês e crianças exige sinceridade em tempo real, pois é um público que não está preocupado com uma dramaturgia linear e sim com a emoção verdadeira construída a cada instante. O tempo lento e delicado do Relicário, me trouxe reflexão sobre o ritmo de vida que temos nos dias atuais e como as crianças, muitas vezes inseridas nesse contexto, perdem a importância dos espaços do silêncio, do nada, da contemplação… Penso na riqueza da possibilidade de sair um pouco do excesso de informações e poder vivenciar ‘o simples’” Hyandra Ello

FICHA TÉCNICA

 

 

CRIAÇÃO E INTERPRETAÇÃO

GABRIEL GUIRÁ E HYANDRA ELLO

 

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO

HYANDRA ELLO

 

ASSISTÊNCIA DE PRODUÇÃO

CAROL RESENDE E GREGÓRIO BENEVIDES

ILUMINAÇÃO

GREGÓRIO BENEVIDES

 

DESIGN GRÁFICO

GABRIEL GUIRÁ

 

FOTOGRAFIA

CAROL RESENDE